Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Por exemplo a Mente

Por exemplo a Mente

Da simplicidade

por Gustavo Castro, em 18.11.14

Onde devemos focar o nosso pensamento? Futuro, presente ou passado? Bem, idealmente e se perguntarem a qualquer pessoa, a resposta será, no presente. Mas não é isso que acontece pois não? Normalmente porque estamos demasiado ocupados a planear o que comer amanhã e a lembrar-nos de que ontem esquecemo-nos de ir aos correios. Ora, com tanto planeamento, que se lixe o presente, amanhã trato dele. De vez em quando lá vemos qualquer coisa que nos lembra que temos de viver no presente. Nós até ficamos a pensar naquilo. Mas então para quê fazer isso? Por que é que tenho de viver no presente? Muito simplesmente porque não há mais nada a não ser este momento. O presente é a única coisa que nos prova que existimos. Esta é a verdadeira razão para se viver no presente. Para nos conhecermos. Não existe mesmo mais nada a não ser o agora porque o que já aconteceu já se foi e o que vem aí, nós ainda não conhecemos nem temos maneira de conhecer, por isso só nos resta viver o que somos neste momento. Para mim, isto é incrivelmente libertador. Libertador porque quando abdicamos da ideia absurda de que podemos controlar passado e futuro, só nos resta viver o presente. No presente, o nosso único papel é desfrutar o que está a acontecer. Aceitar que é no presente que vamos construir o que queremos, que é no agora que se encontra tudo aquilo que é preciso para se ser feliz. Afinal de contas, se só podemos sentir-nos felizes agora, por que não começar já hoje?

 

 

"Yesterday is history. Tomorrow is a mistery.  But today is a gift. That is why it is called the present."

Panda do Kung Fu    

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Favoritos